Sejam bem-vindos(as) e sintam-se convidados(as) a participar do blog Filósofo dos Livros com sugestões, comentários, críticas, dúvidas, compartilhamentos ou só com um “oizinho” de vez em quando!

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Resenha do livro "Kitty"

Olá Criaturas do Mundo da Leitura!
Hoje, eu vim falar sobre uma leitura super agradável. Trata-se do livro "Kitty", escrito pela autora brasileira Elle S. e publicado pela Editora Arwen.
O livro é narrado por uma gata de rua que vive na cidade de São Paulo. Pela narrativa, percebemos que ela viveu por aproximadamente 400 anos. O motivo dessa vida longa é um dos mistérios do livro.
A forma que a autora criou a narrativa da gata é algo surpreendente. Geralmente, quando lemos um livro que é narrado por algum animal, somos levados a pensar nessa criatura se movimentando com gestos humanos. Já nessa obra, percebe-se que a autora observou minuciosamente o movimento dos gatos e descreveu todos os trejeitos de uma felina. Ao ler cada página, tive a impressão de ver os movimentos próprios de uma gata.
Certa noite, a gata de rua é encontrada por um homem bêbado e fica assustada. Esse homem está sofrendo por amor porque foi desprezado por uma moça chamada Alice. O cara está tão bêbado que nem consegue distinguir o sexo do animal e chama a gatinha de gato.
Ao chegar na casa desse homem, ficamos sabendo que seu nome é Eduardo. A gata tem vontade de fugir, mas a ração sabor salmão faz com que ela fique um pouquinho mais de tempo. No final das contas, a gata resolve passar a noite na casa de Eduardo.
No dia seguinte, a gata de rua resolve fugir e ao entrar na cozinha para procurar uma janela por onde pudesse escapar, ela se depara com um homem nu cozinhando. Ela fica meio assustada e reclama por ter quer ver aquilo. 
O homem citado anteriormente é Arthur, melhor amigo de Eduardo. Quando o dono da casa acorda, Arthur esclarece que o animal não é um gato, mas uma gata. Então, Eduardo resolve chamá-la de Kitty.
Com o decorrer da história, Kitty foge algumas vezes da casa de Edu, pois ela não deseja ser um animal doméstico. Mas por um motivo ou outro, a gata acaba sempre retornando a casa do homem que se tornara seu dono.
A partir daqui, para não dar spoiler, não posso dizer mais nada. Mas asseguro que a leitura é muito agradável e o final desse livro é realmente surpreendente. Eu recomendo a leitura de Kitty, pois é um belo romance.
Espero que tenham gostado da resenha e que desfrutem dessa maravilhosa leitura.
Beijo no coração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para mim.
Deixe sua opinião, pois vou amar saber o que você pensa!