Sejam bem-vindos(as) e sintam-se convidados(as) a participar do blog Filósofo dos Livros com sugestões, comentários, críticas, dúvidas, compartilhamentos ou só com um “oizinho” de vez em quando!

domingo, 27 de dezembro de 2015

Resenha: O Despertar do Luar, de Silvia Seixas

Um livro cheio de Mistérios!!!
Antes de começar essa resenha, preciso deixar um esclarecimento para aquelas pessoas que me acompanham pelas redes sociais. Não lembro a data exata. Não sei se comecei a ler "O Despertar do Luar" na semana passada ou retrasada, mas infelizmente tive alguns problemas que me impediram de progredir a leitura. Deixo claro isso para que meus seguidores e inscritos não fiquem achando que se trata de uma leitura demorada.
Depois de resolvido meus problemas, reiniciei essa leitura às 23:00h do dia 27 de dezembro. A minha intenção era fazer uma hora de leitura para continuar no dia seguinte. Porém, eu fiquei tão empolgado que não consegui largar o livro e terminei a leitura exatamente na madrugada do dia 28 às 02:30h. Isto significa que terminei o livro em 3 horas e 30 minutos, pois realmente não consegui largá-lo.
A história começa com um sonho da protagonista chamada Katrine. A descrição desse sonho e envolvente e enigmática. Acredito que contar o sonho não seria exatamente um spoiler, mas eu prefiro não descrever o que a Katrine sonhou, porque eu realmente adorei tomar conhecimento do fato durante a leitura e não gostaria de que alguém me tivesse falado sobre isso antes. Só posso dizer que amei a narrativa desse sonho.
A partir do sonho de Katrine, eu me senti dentro de uma espécie de mistério que me fez ficar preso a leitura. Continuando a leitura, ocorre uma festa onde a protagonista conhece um rapaz bonito chamado Alec por qual ela se apaixona. Para nós, leitores já fica evidente a natureza do rapaz, porém para a garota não.
O livro é narrado bem no início em primeira pessoa. É a própria Katrine que conta. De repente, a narrativa passa para terceira pessoa. Não entendi bem essa mudança de narrativa, entretanto confesso que tal mudança deu um charme especial ao livro, pois isso gerou  mais mistérios para a história.
Eu creio que a palavra mistério é a grande chave de leitura do livro. Existem assuntos que são mistérios para o leitor e para os personagens do livro. Outros são apenas mistérios para os personagens. Percebo que o narrador meio que brinca conosco ao colocar fatos ocultos. A nossa curiosidade não gira somente em querer desvendar os mistérios, mas também em ver a reação dos personagens diante de fatos obscuros.
O livro fala de vampiros, lobisomens, bruxas e humanos. A princípio, pensei que o grande enigma estava na figura dos vampiros e lobisomens. Dentro dessa visão, pensei também que Alec seria um grande enigma, mas depois descobri que não.
O grande mistério do livro é.... Não posso falar, pois dizer isso é que seria o spoiler do livro. 
Pode parecer que eu esteja sendo superficial ao falar do livro. Quer saber a verdade? Estou sendo mesmo e o motivo é simples. Como já mencionei antes, o livro é carregado de mistérios. Sem entrar em detalhes, existem também mistérios em torno de assassinatos e até entra o tema da reencarnação.
Já fiquei sabendo que é o primeiro volume de uma trilogia.  Como todos os mistérios não foram revelados e como o livro me deixou uma porção de curiosidades, eu não vejo a hora de ler a continuação. A narrativa da autora Silvia Seixas é fascinante.
Percebi que algumas pessoas que leram ficaram meio que apegadas a semelhanças do livro com a Saga Crepúsculo. Eu já vi o livro de forma bem diferente. Não é porque se trata de um romance de uma humana com um vampiro que isso faz do livro uma espécie de cópia da famosa saga. Creio que vocês não estão entendendo, mas o livro tem muita coisa interessante a oferecer que foge de uma semelhança com Crepúsculo. O aspecto enigmático de "O Despertar do Luar" é realmente incrível.
Para entender o que eu senti ao ler esse livro, somente lendo também. Praticamente, já me sinto implorando a Silvia pela continuação. Eu quero descobrir o grande mistério dessa obra.
Para finalizar, deixo claro que um desejo meu é poder conversar com outros leitores para discutirmos as qualidades do livro. Pois dessa forma, poderei falar abertamente sobre toda essa emoção que senti com a leitura. Pena, não poder falar tudo aqui para não estragar a surpresa de vocês. 
Então, se você já leu o livro, peço pelo Amor de Deus, entra em contato comigo pelo facebook, clicando aqui para podermos conversar. 
Não gosto de classificar volumes de duologias, trilogias ou sagas com mais volumes de maneira isolada. Prefiro dar uma classificação geral; mas no caso desse livro, farei uma exceção e pelos mistérios envolvidos que me fazem querer ler a continuação de forma desesperada, já dou 5 estrelas.
Espero que tenha gostado da resenha, mesmo sabendo que tive que manter muitos mistérios. Mas eu recomendo o livro com a certeza de que vocês irão adorá-lo. Para comprá-lo, clique aqui  (versão física) ou aqui (versão digital).

4 comentários:

  1. Parabéns pela resenha, adorei!!! Sinto-me imensamente aguçado para ter a obra. Adoro mistérios.

    Parabéns também a querida autora. Nunca li obras dela mas acredito desde já que ela seja talentosa demais.

    Um forte abraço amigo Nery.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu olho esquerdo se dissolveu em lágrimas com seu comentário!!!

      Excluir
  2. Fernando adoro livros assim cheios de mistérios , assassinatos...
    Amei sua resenha quero muito ler "O despertar do Luar".
    Beijos!!!

    ResponderExcluir

Seu comentário é importante para mim.
Deixe sua opinião, pois vou amar saber o que você pensa!