Sejam bem-vindos(as) e sintam-se convidados(as) a participar do blog Filósofo dos Livros com sugestões, comentários, críticas, dúvidas, compartilhamentos ou só com um “oizinho” de vez em quando!

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Resenha: Abryel, de Wellington Pinto, Chiado Editora

Uma obra recheada de Mistérios
Graças a minha parceria com a Chiado Editora, adquiri o livro Abryel, de Wellington Pinto. A editora me deixou bem a vontade para escolher qualquer livro de seu catálogo. Optar pelo livro do Wellington foi uma escolha bem mais do que acertada.
Já conhecia o autor através do canal do Youtube que leva seu nome. Sabendo que ele é uma pessoa super inteligente e bastante amigável, não poderia esperar um livro que não satisfizesse minhas expectativas. Aliás o Wellington me surpreendeu com alguns aspectos bem originais e criativos de sua obra.
Wellington Pinto
O livro Abryel é o primeiro volume da Trilogia Paralela. A história é cheia de mistérios que instiga o leitor a querer saber mais sobre tudo o que acontece na trama do livro. A forma que o autor escolheu para transmitir os fatos é bem interessante. Esse estilo em forma de fragmentos que nos fornece pequenas pistas sobre o que se passa no mundo é bem atraente para almas curiosas que buscam elevar sua capacidade de investigação. 
No início do livro, temos acesso a registros do Projeto "Evoluir". O autor não deixa claro o que é exatamente esse projeto. Os relatórios são narrados em primeira pessoa por três seres humanos: Cícero que mora no Brasil, Miki originário do Japão e David dos Estados Unidos.
Os relatos dos três se passam no ano de 2199. Não me pareceu que cada um soubesse da existência dos outros, pois as experiências são vividas em lugares distantes como já vimos. De semelhante, notamos que todos vivem numa espécie de Apocalipse.
Parceira do Blog
A Terra está sendo invadida por criaturas estranhas. Vemos acontecimentos bizarros. Pessoas estão sendo estraçalhadas e mutiladas. Prédios são destruídos por OVINI's. Seres humanos assumem comportamentos violentos.
Não entendemos bem o que realmente acontece e nem o motivo da invasão. Além das criaturas destruidoras, existem outros seres que estudam os seres humanos. Não sei ao certo se as criaturas destruidoras têm ligação com as pesquisadoras. Sentimos que o autor cria uma atmosfera secreta em torno dos fatos.
A linguagem de Wellington Pinto é tão agradável que mesmo frente a inúmeras atrocidades, experienciamos uma certa leveza através de suas narrativas.
Um Livro Misterioso e Instigante
De todos os personagens, o brasileiro Cícero foi o que mais me agradou. Este jovem transmitia muita nobreza com seus gestos. Ele me lembrou o autor do livro em certos aspectos de tal maneira que passei a enxergá-lo com o rosto do Wellington. Penso que, se fossem fazer um filme sobre este livro, o autor seria a pessoa perfeita para desempenhar o papel.
Miki do Japão não é tão atraente, mas notei que ele é uma peça fundamental para a compreensão de alguns fatos. O americano David  é um divorciado que teve inúmeros problemas financeiros.
Quando ele está num encontro com uma mulher atraente e cheio de desejos de fazer "certas coisinhas" com ela, é interrompido por certos alvoroços do lado de fora do seu lar.
Além dos registros do projeto, existe uma história que ocorre na Etrúria, uma região antiga na Itália Central, no ano de 476 a.C que fala sobre Aita um jovem altivo e orgulhoso, mas de bom coração.
O autor não deixou clara a ligação dos fatos ocorridos em 2119 e 476 a.C. Num determinado trecho, encontramos algumas pistas para estabelecer uma conexão, mas nada tão elucidativo que nos revele os segredos contidos no livro.
Existe uma outra narrativa referente a outro tempo e mundo. Trata-se de um Universo Paralelo. Não vou fornecer detalhes para não estragar certas surpresas.
Outro ponto interessante da obra são os valores que o autor passa por meio das atitudes dos personagens como solidariedade, respeito, amor à família, etc.
Com tantos mistérios intrigantes  e valores morais bem estabelecidos, expressos por meio de uma escrita maravilhosa, é impossível não se apaixonar pelo livro e deixar de suplicar pela continuação da história. Sem sombras de dúvidas, o livro merece a classificação de Cinco Estrelas. 
Você pode adquirir o livro, clicando aqui.
Gostaram da resenha? Deixe sua opinião nos comentários, pois eu adoro saber o que vocês pensam sobre os assuntos expostos nesse blog.

6 comentários:

  1. Uau, parece tão bom, o jeito como o autor transborda sua inteligência na obra é tão agradável. Gosto de livros assim. Vale muito a pena. Gostei dos fatos apocalípticos, é uma proeza termos autores tão bons assim. Parabéns e sucesso a ele.

    Assim como o livro, a resenha é digna de 5 estrelas, tá show!!!

    Um forte abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Léo!!!
      O livro é carregado de fortes emoções. Não há como não elogiar a escrita do Wellington Pinto. Viajei em todas as cenas e curti tudo que foi descrito.
      Com livros assim, notamos que nossos escritores merecem um maior reconhecimento por parte do público.

      Excluir
  2. Gostei bastante da resenha. Estou de olho nesta leitura.
    Fernando, parabéns pelo trabalho. O blog e o canal estão maravilhosos, sempre procuro acompanhar. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho certeza de que vc vai apreciar, meu amigo!!!

      Excluir
  3. Quero muito ler este livro, já li "Moeda a verdade oculta" e amei, este parece ser incrível.
    Parabéns pela resenha está fabulosa. Beijos!!!!

    ResponderExcluir

Seu comentário é importante para mim.
Deixe sua opinião, pois vou amar saber o que você pensa!