Sejam bem-vindos(as) e sintam-se convidados(as) a participar do blog Filósofo dos Livros com sugestões, comentários, críticas, dúvidas, compartilhamentos ou só com um “oizinho” de vez em quando!

sábado, 26 de março de 2016

Resenha: O Lago Negro, de Juliana Daglio, Editora Arwen

Lindo livro!!!!
Queridos Amigos do Mundo da Literatura!
Venho convidá-los a mergulhar nO Lago Negro, de Juliana Daglio. Tal mergulho se dará através da leitura dessa obra, publicada pela Editora Arwen.
Na obra, encontramos a descrição desse lago: "O Lago. Ele era NEGRO, como em meus sonhos. Vasto, parecendo interminável. Suas águas escuras e opacas não refletiam nada além da noite constante dentro de si."
Capa Belíssima!!!
Como vocês notaram, O Lago Negro, segundo o livro, é algo sinistro e que nos remete a uma obscuridade intensa. Entretanto, para mim, a experiência com essas águas, esse mergulho profundo foi de grande valia, pois clarificou certos conhecimentos a respeito de minha personalidade. Não sei de fato, se a leitura de tal livro causará o mesmo efeito em outros leitores, porém posso dizer que em Fernando Nery, Filósofo dos Livros, o ato de imergir nessas águas tornaram-me um ser melhor. O Lago Negro modificou muitos aspectos de minha vida. Sinto-me imensamente satisfeito quando um livro deixa de ser um simples entretenimento e passa a dialogar com minha alma. Essa obra é mágica de uma certa forma. Talvez o termo adequado seja uma palavra semelhante a espiritual no lugar de mágico ou quem sabe uma ESPIRITUALIDADE MÁGICA.
O contato com esse livro foi tão agradável, que eu me permiti fazer algo que não costumo realizar com outras obras. Li uma vez na Maratona Literária e depois reli 4 vezes. Totalizei CINCO LEITURAS e sinceramente, pretendo realizar outras. Não poderei fazer agora, por causa de compromissos com outros parceiros do blog e do canal. Entretanto, a minha vontade seria estudar cada trecho, cada palavra, cada ponto, CADA TUDO dessa magnífica obra.
Parabenizo a Editora!!!!
Devido às inúmeras leituras, percebi uma FORÇA VIVA presente em toda NARRATIVA. Em cada leitura, encontrei uma MENSAGEM DIFERENTE. É como que se o livro não fosse um lago, mas uma CACHOEIRA onde as águas constantemente se renovassem. Retirei valiosas mensagens de todas as situações vividas pelos personagens. Consegui ler as entrelinhas e descobrir que O LAGO NEGRO nunca poderá ser tachado como um LIVRO INGÊNUO.
Confesso que resenhar uma obra como essa, gera uma certa INSEGURANÇA. Parece que nunca estamos a altura do livro. E sinceramente, fico FRUSTRADO, quando encontro uma JOIA como essa e não consigo transmitir o seu ALTO SIGNIFICADO. Li recentemente o comentário de um fã da autora, onde ele a chamava de MELHOR ESCRITORA DO MUNDO. Compreendo o que ele quis dizer.
Até o presente momento, vocês devem ter percebido que qualifiquei O Lago Negro com inúmeros adjetivos, mas permita-me usar um que, segundo meu ponto de vista, seria a perfeita TRADUÇÃO do livro.
O adjetivo, ou melhor, não é adjetivo, mas um substantivo abstrato. O BELO é o vocábulo que melhor traduz tudo o que se refere à obra. Quem conhece o MITO DA CAVERNA, de PLATÃO, sabe que ele fala do MUNDO DAS IDEIAS PERFEITAS. Pois é.... O BELO aqui mencionado é o que pertence ao MUNDO IDEAL referido por PLATÃO. Por esse motivo, NUNCA ME CANSAREI DE TECER ELOGIOS AO LIVRO QUE TANTO TOCOU MINHA ALMA
O enredo nos fala de Verônica Cattani que vai morar na Pousada dos forasteiros pertencente à UNIVERSIDADE FEDERAL INTERIORANA (UFI), localizada na fictícia cidade de LAGOANA, estado de São Paulo. Verônica divide um apartamento com seu namorado Enzo Cervantes que foi o primeiro em tudo de sua vida: PRIMEIRO BEIJO, PRIMEIRA TRANSA, etc. Ela tinha a impressão de que passaria MOMENTOS FELIZES COM ELE. Entretanto, o seu pensamento não se confirmou. A VIDA AMOROSA se tornou uma ROTINA CONSTANTE e INSÍPIDA. Até aqui, o roteiro parece um tanto clichê, certo? Mas queridos leitores, eu afirmo que a CONSTRUÇÃO PERFEITA de Juliana Daglio, a sua LINGUAGEM SUTILMENTE PSICOLÓGICA e CHEIA DE MISTÉRIOS fazem com que o livro se torne uma OBRA EXCELSA. Em meio a fatos corriqueiros a Juliana formula uma NARRATIVA ENVOLVENTE e SEDUTORA. É um sofrimento ter que interromper a leitura.
A autora escreve tão bem que até os fatos triviais adquirem um ar majestoso. A famosa Clarice Lispector tem esse dom de pegar fatos SIMPLES DO COTIDIANO e imprimir uma FORÇA NA NARRATIVA que até os ATOS MAIS BANAIS adquirem grandiosidade em seus livros. Percebi que nesse PONTO, Juliana Daglio se assemelha a Clarice.
Os MISTÉRIOS DECORRENTES DA NARRATIVA presentificam-se através dos sonhos de Verônica, de suas lembranças e da escrita de seu livro. É isso mesmo, meus amigos! A protagonista Verônica Cattani escreve um livro intitulado O Lago Negro. O fato é algo engraçado e inusitado. Dentro da obra O Lago Negro, temos outro livro O Lago Negro, escrito pela protagonista. Logo, temos um livro dentro de outro livro. Acredito que isso NÃO SEJA SPOILER, portanto mencionarei o dado: A obra escrita pela Verônica parece uma MANIFESTAÇÃO DO SUBCONSCIENTE dela, entretanto rola algo estranho, pois os simbolismos presentes nas palavras dela, antecipam os acontecimentos de sua vida, funcionando como uma espécie de PREVISÃO sobre tudo que ocorre com ela. É claro que alguns fatos nem sempre relatam o futuro, todavia não vou entrar em DETALHES.
Juliana Daglio, uma louca genial!!!!
Se eu for falar tudo que a obra trouxe-me de BELO, vou me estender DEMAIS e ainda corro o risco de dar imensos SPOILERS. Mas acredito que consegui cumprir o meu PAPEL que foi relatar a GRANDIOSIDADE desse livro. O LAGO NEGRO está entre as MELHORES LEITURAS DE MINHA VIDA. E se você, depois de ler minha resenha não for comprar IMEDIATAMENTE o seu EXEMPLAR, só posso lamentar. Afirmo com toda convicção do MEU CORAÇÃO que, INDUBITAVELMENTE, trata-se de UMA LEITURA OBRIGATÓRIA para quem deseja conhecer OS MELHORES LIVROS BRASILEIROS. Dizer que Juliana Daglio nos impressiona por sua GENIALIDADE é POUCO. Foi O LAGO NEGRO mais transparente que MERGULHEI EM MINHA VIDA, embora a autora deixe para nós alguns MISTÉRIOS para as CONTINUAÇÕES SEGUINTES. Afinal esse é o PRIMEIRO VOLUME de uma série de livros. Ainda virão mais três e não vejo a hora de lê-los. Surtando de Ansiedade!!!!
Alguém tem dúvida de qual foi a minha classificação para essa obra no SKOOB? Creio que já entenderam que é um livro merecedor de CINCO ESTRELAS COM LOUVOR.
Parabenizo a Juliana Daglio por ser uma ESCRITORA FANTÁSTICA.
Amigos Leitores, em breve, farei uma resenha do mesmo livro em meu Canal do Youtube. Então se prepara, pois vocês terão o vídeo desse livro. E garanto que terão algumas surpresas reservadas para ele. Fiz questão de manter alguns segredinhos (risadas maléficas). 
Bem, eu amei tanto a escrita da Ju (olha a intimidade, rs...) que resolvi comprar dois livros dela: Uma Canção para Libélula (volumes I e II). Não vejo a hora que eles cheguem para eu poder devorá-los.
Como eu já sei que vocês irão comprar o livro, facilito o trabalho de todos. Clique aqui para realizar sua compra. Aproveitem também para conhecer o meu Canal do Youtube, clicando aqui. Lembro mais uma vez que farei ainda a RESENHA EM VÍDEO. Aguardem!!!
Quase me esqueci de falar da CAPA E DIAGRAMAÇÃO DO LIVRO, E pensando bem, não vou falar nada. Somente direi que o trabalho artístico que envolve a obra está perfeito. Eu já mostrei isso em outro post, clique aqui e confira.
Abraços e até a próxima postagem!!!!

21 comentários:

  1. Que resenha foi essa Fernando Nery! Já percebi que tratá-se de mais uma obra prima nacional.Parabéns para Juliana Dagglio pelo livro, e pra ti pela fabulosa resenha. Forte abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkk Gargalhando aqui!!! Que rapidez é essa, amigo!!! Nem divulguei a resenha e você já veio aqui comentar, kkkk
      Saiba que sua opinião sincera me alegra! Ter um leitor amigo como você é algo que me emociona muito. E saiba que sou teu fã, cara. Não foi a toa que eu escolhi você para dividir a autoria de um livro. Estou muito feliz com nossa parceria!!!
      Abraços!

      Excluir
  2. Obrigado Fernando por você ser meu fã, e acima de tudo a tua amizade, serei eternamente grato à você por ter me escolhido para escrever um livro contigo. Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Que resenha divina!😍 Se até a resenha me prendeu imagina o livro... Ótimo trabalho, Nando! E creio que a "Ju" também deve ter feito o dela... 💜💜 Magnifico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado! Creio que a Juliana tenha gostado sim. Abraços!!!!

      Excluir
  4. Parabéns pela resenha fantástica!!! Preciso ler este livro.
    Ansiosa pela resenha em vídeo pra ver suas reações é sempre emocionante.
    Beijos da LU.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosta de ver minha cara de bobo, rs...
      Abraços!!!!

      Excluir
  5. Caro Fernando: Essa você superou a todos! Você conseguiu fazer conexão / intertextualidade entre tantos exemplares: apresentou de modo magnífico a obra, dando-nos vontade de apreciá-lo e sentir seu poder mágico, filosofou e ainda mencionou Platão e nossa amada escritora Clarice Lispector. Está de parabéns!!!!

    ResponderExcluir
  6. Fiquei curiosíssima para ler o livro. Também, com essa resenha maravilhosa tem que ficar curiosa mesmo.Parabéns pelo post. ♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa! Que Legal! Quando você ler, me conta o que achou!
      Obrigado pelo Elogio!!!

      Excluir
  7. Louca por esse livro! Juliana é um amor de pessoa, tenho certeza que é uma grande escritora tmb. Amei a resenha

    ResponderExcluir
  8. Poxa!! O que posso dizer de algo tão espetacular? Me falta palavras...Fernando, você resenhou de forma grandiosa, utilizou de forma brilhante a intertextualidade, filosofou, brincou e acima de tudo nos emocionou.Parabéns!

    ResponderExcluir
  9. Uauauauau! Amei a resenha! Eu já li o livro e amei!
    Amo seu blog, Fer! Espero que você tenha muuuuuuito sucesso! ^^

    ResponderExcluir

Seu comentário é importante para mim.
Deixe sua opinião, pois vou amar saber o que você pensa!