Sejam bem-vindos(as) e sintam-se convidados(as) a participar do blog Filósofo dos Livros com sugestões, comentários, críticas, dúvidas, compartilhamentos ou só com um “oizinho” de vez em quando!

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Quem inventou o Amor? Me explica, por favor.

Olá Amigos!
Resolvi convidá-los a refletir sobre um tema intrínseco ao ser humano: o Amor.
Esse sentimento é conhecido desde... Acho que desde o primeiro homem, ou será que ele não amava?
De uma coisa, tenho certeza, o conhecimento a respeito do Amor é bem antigo, no entanto, a humanidade ainda não sabe fazer o melhor uso desse sentimento, e em nome dele, ainda, é capaz de praticar as maiores atrocidades. Por que será que isso acontece?
Gostaria de ter a resposta. Será que em algum dia, saberei?
As pessoas dizem que amam, porém muitas desistem de amar diante das decepções. Seria o Amor algo tão fraco que não valeria a pena persistir?
Escrevo para encontrar uma resposta e vejo-me perdido numa Armadilha Conceitual. Enveredo por novos rumos e acabo dando voltas e mais voltas sem obter uma conclusão.
Ah, Amor! Por que você é tão bonito e ao mesmo tempo difícil de se compreender?
Refletindo aqui, acabei descobrindo outra certeza: Amor é um tema controverso. Algumas pessoas dizem que ele só traz alegria, outras mencionam que amar é sofrer. Cada vez mais, noto-me envolto em questões sem respostas.
Existe alguém aí que possa me dar um argumento sem refutação? Ei, você mesmo! Diga-me o que é o Amor.
Bem, enquanto ninguém me responde, fico cantando com o grupo Legião Urbana.


Quem inventou o amor? Me explica, por favor.  A solução da questão não veio ainda. Porém, não perco a esperança de encontrá-la. Outra pergunta: Por que a música do vídeo se chama de "Antes das seis"?
Dedico essa postagem as minhas amigas Geane Santos e Luciana Souza que ressuscitaram o questionamento em meu coração, porém também não me deram esclarecimentos (risos).
Aguardo respostas ou questões pertinentes ao tema em nossos comentários. Algo me diz que meu amigo Luciano Otaciano pode aclarar minhas ideias sobre o assunto. Será?
Beijo no coração e até a próxima postagem!

19 comentários:

  1. Será que o povo sabe me explicar o que é o Amor?

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Como não consegui aclarear tal assunto, deixarei para os demais comentar.

    ResponderExcluir
  4. Olá meu amigo! Eu costumo dizer que é impossível explicar o amor em palavras belas e, explicações muitas vezes controvérsias. O que vale é sentir o amor mesmo que esse sentimento o faça sofrer. Porém se você amar e for correspondido aí digo que além de sortudo, você é feliz e muitas vezes nem sabe disso, e costuma reclamar de barriga cheia. Sobre quem inventou o amor, penso que o amor nasceu junto com o homem. O Universo quando criado o amor já estava contido nele, e então logo veio o homem. Antes das seis essa música tem esse nome não sei porque, porém é uma belíssima música da legião urbana. Forte abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo, em breve, estarei resenhando um livro cujo prólogo aborda uma questão bem interessante sobre o amor. Infelizmente, não posso mencionar o título da obra, pois é segredo. E você verá que é segredo mesmo.
      Abraços!!!!

      Excluir
  5. O Amor não se explica. Penso que nossa condição humana não é capaz disso; apenas de senti-lo. E isso também não é para todos, infelizmente. Até de declararmos tal sentimento temos dificuldade, porque amor é caridade, e a caridade é um dom de Deus. Deus é amor, já dizem os grandes pregadores. E ninguém consegue explicar a Deus. Amor é doação. Talvez essa seja a definição mais certa, pois Deus doou o Cristo a nós. Não tem apenas a ver com suspiros e arrepios ou palavras que não se concretizam na maioria das vezes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O seu comentário arrasou, Hêzaro. Estou SURPREENDIDO com suas palavras. Depois dessa reflexão inteligente, estou mais ansioso para ler suas obras.
      Você me lembrou um filme e uma canção que tem o mesmo nome: Poema de Salvação. Você conhece?
      Abração, meu camarada!!!!

      Excluir
    2. Aaah, amigo Fernando, assim fico encabulado... Será um prazer ser lido por alguém inteligente e sensível às artes e às emoções como é você. Não conheço Poema de Salvação, desculpe a ignorância, mas procurarei conhecer.

      Excluir
  6. Amor pequena palavra mas com poder de destruição enorme. Ela pode destruir tudo a inveja, a raiva, a vaidade, o rancor, o ódio E muitas outras coisas. Esse sentimento nobre não é para todos pois só o tem que esta disposto a sentir se amado e amar e que esta disposto a pagar o Alto preço que ele cobra por isso ele é destruidor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa! Que medo!!! Imaginei um cavaleiro jedi com um sabre de luz, destruindo o lago negro da força.
      Quero pagar o preço, porém tenho medo de não ser correspondido, pois se uma simples amizade acarreta em desprezo, imagine o amor?
      Beijos!

      Excluir
    2. Meu querido não tem que temer pois também quero pagar esse preço,beijos

      Excluir
  7. O amor é o sentimento mais lindo e puro que existe, mas nós seres humanos temos o dom de complicar tudo aí fica difícil. Costumo dizer que nada sobrevive sem RESPEITO nem o AMOR!!
    Beijos Nandinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nada sobrevive sem RESPEITO nem o AMOR.
      Que lindo, Lu!!!
      Adorei!!!

      Excluir
  8. Ah, teria tanto a dizer sobre o amor, mas no momento em que li essa sua ótima postagem não me encontrava tão inspirado a ponto de descrevê-lo tão profundamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa!!! Que pena!!! Aguardo uma reflexão sua para o futuro.
      Abraços!!!

      Excluir
  9. Hmm assunto intrigante rolando aqui neste post ein Nando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim e para você, quem inventou o amor e o que ele é?

      Excluir

Seu comentário é importante para mim.
Deixe sua opinião, pois vou amar saber o que você pensa!