Sejam bem-vindos(as) e sintam-se convidados(as) a participar do blog Filósofo dos Livros com sugestões, comentários, críticas, dúvidas, compartilhamentos ou só com um “oizinho” de vez em quando!

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Resenha: Gaian, de Cláudio Almeida, publicação da Editora Novo Século

Olá, Paladinos da Literatura!
Como explicar um livro que supera a muitos, utilizando uma linguagem encantadora que revele todos os seus pormenores?
Cláudio Almeida
Gaian, de Claudio Almeida, publicação da Editora Novo Século,  é a perfeita tradução da sabedoria. O autor não economizou no uso da eloquência para escrever um dos livros mais perfeitos que li.
Confesso que diante de obras como essa, meu espírito tremula intermitentemente. O enredo rico em detalhes carrega uma alta dose de dificuldades para ser explicado.
O sentimento que me vem à tona permeia minha alma como um rompante que adentra em todas as minhas faculdades racionais, porém caindo no quase indizível.
Em Gaian, vemos uma linguagem arrojada e heroica que conduz o leitor de forma vibrante a um cenário medieval onde bravas figuras presentificam as riquezas dos seres humanos. Os diálogos têm caráter proverbial e emanam sabedoria.
A obra me acompanhou em toda parte!
Viciante!!!
A obra impressiona de tal maneira que o leitor permanece estupefato. Sinto-me assim, preso a um imobilismo. Descobri que Gaian reflete cenas impressionantes que exigem longas meditações para poderem ser assimiladas. O livro não carece de uma resenha longa, mas de uma veemente recomendação : Leiam!!!
O escritor estruturou sua narrativa por meio de paladinas figuras, cenários ricos em detalhes, batalhas épicas e sábios discursos.
Há uma estrutura arquetípica. Tal característica cria doses elevadas de identificação com as personagens. 
A linguagem alterna constantemente entre o uso de termos universais e particulares criando uma atmosfera envolvente onde enlevamos o espírito em meio a compreensões e incompreensões da humanidade frente as suas peculiaridades e bem como sua atmosfera global.
Contracapa da obra
Talvez uma obra tão sublime e densa poderá ser julgada erroneamente por leitores cujos costumes perambulam pelos rumos da superficialidade. O julgamento deles constituirá uma grande perda.
Gaian é uma obra feita para pessoas inteligentes e de bom gosto. Posso denunciar como ponto forte a sensorialidade que exacerba no decorrer da história. É possível enxergar as centelhas flamejantes dos duelos de espada e experimentar o cheiro de sangue decorrente das batalhas.
Praticamente, a altivez permanece ao longo das páginas do livro. Até momentos de calmaria trazem um tom brioso. Nesse sentido, o escritor Cláudio Almeida prorrompe em devaneios singulares.
Belas Ilustrações
Cláudio confidenciou-me que Gaian nasceu de um sonho. Após uma noite de sono, acordou com a história em sua mente. Quem me dera ter uma quimera tão retumbante!
A presente resenha foge do convencional, porque, pela primeira vez, encontrei uma obra que se diferenciou de tudo que li. Encontro-me tomado de encantadores sentimentos e ao mesmo tempo contaminado por uma certa inveja. Em Cláudio, há um escritor divinal. Sua escrita magnificente espelha a presença dos deuses da Palavra. Dizer que a arte por ele criada provém de um dom, ao meu modo de ver, seria uma explicação simplória. Cláudio não tem um dom, ele encarna o dom.
Belos Marcadores
Essa resenha é apenas um preâmbulo. Necessito refazer uma leitura da obra por inúmeras vezes para poder absorver sua riqueza e detalhar os fatos que nela se encontram.
Considero este primeiro trabalho como um rascunho. A elevação do espírito que arrebatou-me para o mundo perfeito não me possibilita colocar meus pés no chão e trazer a objetividade que tantos apreciam em uma descrição literária.
No futuro, pretendo reler o livro com uma lentidão permissiva a fim de expor outros pontos de vista a respeito dela.
Peço desculpas por percorrer caminhos obscuros. Entretanto, lembrem-se de que em todo túnel escuro revela-se um final onde encontramos a luz.
O autor criou um belo Mapa para sua obra
Quer um conselho? Compre já essa obra e arrisque-se em aventuras no mundo de Gaian. Personagens épicos como Erion, Arffek e outros aguardam a visita de vocês. Nesse sentido, qual é a sua escolha?

Erion e Arffek

"Os jovens de hoje não refletem sobre os atos trazidos pelo passado."

Talvez, meus amigos mais jovens ignorem a voz da sabedoria. 

No Skoob, classifiquei a obra com CINCO ESTRELAS. Uma obra tão deleitosa merece ser favoritada. Adorei cada página lida e venero o autor.
Meus paladinos leitores, deixem seus comentários. Desejo inebriar-me com a opinião de vocês. Algo me diz que todo ser humano carrega o mundo de Gaian em seu coração.
Você pode comprar o livro diretamente com o autor. Ele tem opções de kits diversos com marcadores e até um mapa. Clique aqui e fale com ele via inbox.
Um forte abraço e até breve.

"Essencialmente, somos nós que decidimos quem vamos nos tornar."

15 comentários:

  1. Fernando! Que resenha extraordinária, fantástica! Eu ainda estou refletindo sobre ela! Eu estou impressionado! Eu fico lisonjeado com suas colocações e opiniões! Eu estou impressionado com a resenha! Suas palavras foram incríveis e fortes! Você me fez ficar em êxtase! Que resenha fantástica! Meu grande amigo, um grande abraço!

    Seja muito bem-vindo ao mundo de Gaian!

    Seja muito bem-vindo à Saga do Infinito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns a você!! Eu nem consigo mais refletir seu livro devido ao alto grau de sabedoria. Realmente inatingível!!!

      Excluir
  2. Fernando estou estupefato com esta sua resenha escrita de forma magistral por ti. Simplesmente fabulosa. Usaste de forma brilhante sua eloquência nesta resenha. Percebe-se que o livro é para a alma, e não para nos entreter em uma leitura superficial e corriqueira. Eu adoro leituras assim. Parabéns ao autor pela obra sublime, e parabéns pra você, resenha divinal meu amigo. Forte abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luciano, muito obrigado pela sua mensagem. A resenha do Fernando ficou divinal mesmo! Abraço!

      Excluir
    2. Obrigado, Luciano!!!
      Você até parece o autor falando!!!

      Excluir
  3. Confesso que, quando vi o livro e o titulo não me chamou muito atenção, mais sua resenha meu amigo me deixou com uma vontade de ler essa obra, estou maravilhada com sua resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Beta. Obrigado pela mensagem. A resenha do Fernando ficou excelente mesmo. Grande abraço. :)

      Excluir
    2. Viu o título e não chamou a atenção? Que feio, Betinha!!!! rs...

      Excluir
  4. Eu vi uma foto que você postou com esse livro, na ocasião o título me deixou curioso. Essa resenha está tão bem escrita que só posso imaginar que o livro é muito bom. Quero muito ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ademilson, tenho certeza de que você vai adorar!!!

      Excluir
  5. Resenha maravilhosa, como sempre né... Eu estou louca para ler esse livro. E estou com uma invejinha de vc por causa desse mapa incrivel kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vitória, fico contente. A minha resenha não chegou aos pés desse belíssimo trabalho. Vc precisa ler!!!

      Excluir
  6. "Gaian é uma obra feita para pessoas inteligentes e de bom gosto. Posso denunciar como ponto forte a sensorialidade que exacerba no decorrer da história." opa, preciso ler. Parabéns ao autor. Com essa resenha maravilhosa que demonstra a qualidade genial do cara, o próximo passo é mesmo adentrar no mundo de Gaian e adquirir todas essas maravilhas. Valeu Fernando, por nos mostrar o talento do autor e por demonstrar mais uma vez sua perspicácia. Incrível. Abraços! 👏🏼

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Léo! Tenho certeza de que você apreciará muito a obra!!!

      Excluir
    2. Olá, Léo Otaciano. Muito obrigado pelas considerações. Esteja convidado a conhecer Gaian - o Reinício! Um grande abraço!

      Excluir

Seu comentário é importante para mim.
Deixe sua opinião, pois vou amar saber o que você pensa!