Sejam bem-vindos(as) e sintam-se convidados(as) a participar do blog Filósofo dos Livros com sugestões, comentários, críticas, dúvidas, compartilhamentos ou só com um “oizinho” de vez em quando!

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Resenha: Chez Renée Dinner Restaurant, de Paul Richard Ugo

Olá, Macabros leitores!!!
Hoje é o dia da Sexta-feira do Terror. Semana passada,eu fiz a resenha do livro "Contos de Alguns Lugares", de Paul Richard Ugo. Vocês podem lê-la, clicando aqui. A obra contém diversos contos. Alguns mantém ligação entre si e outros não. Não falei muito do enredo dos contos, optei por fazer uma explanação geral. Algumas pessoas pediram-me que falasse deles. Escolhi um para resenhar.
A resenha de hoje é sobre o conto "Chez Renée Dinner Restaurant", que faz parte dessa obra espetacular. Fiz essa escolha, porque ele tem ligações bem legais com outros do livro. Tenho certeza de que vocês irão se apavorar com a história e também com todas que se fazem presente na obra.
Renée é um dos donos de Chez Renée Dinner Restaurant, e tem sociedade com Marcello. No passado, o restaurante fez sucesso enorme. Todos queriam desfrutar de seus pratos. Nos áureos tempos, o local foi reconhecido pela crítica especializada como um dos melhores restaurantes de Baltimore. 
Depois de um tempo, por causa de Marcello, ocorreu um declínio. O público elegante abandonou o ambiente. O sócio de Renée era bon vivant e mulherengo. Levava prostitutas para lá. Renée não conseguia mais esconder as farras de seu sócio. A frequência baixou o nível, e pratos caros não se vendiam mais. Prostitutas ocupavam o lugar que outrora fora bem frequentado. As coisas iam de mal a pior.
Com a situação sofredora, Renée padecia de depressão e ansiedade. Tudo parecia sem solução. Em certo dia, Marcello veio ao seu encontro, falando de dívidas que não conseguiria quitar. A única forma de resolver o problema seria vendendo sua parte para Renée que, infelizmente, não poderia comprar a cota de seu sócio.
Diante da complicada situação, Marcello fez ameaças e disse que venderia seu quinhão para outra pessoa.

"Marcello, em tom jocoso, disse com um riso sarcástico: – Da minha parte nesta merda, cuido eu. Vim te oferecer, não quer? Fodam-se você e seu futuro sócio. Vou passar minha parte para ele. Para mim será um grande negócio me ver livre de você e deste seu cheiro de carne frita!
Marcello virou-se e começou a caminhar para fora da cozinha, quando..."

Querem saber o que aconteceu com Marcello e o que ocorreu com o restaurante? Garanto a vocês que o fato é extremamente nojento, assustador e... Vocês terão que ler a obra. Esse conto tem ligações com outros que fazem parte do livro. Os pontos de união são bem interessantes. Vale a pena conferir o final macabro dessa história e conhecer as outras narrativas. 



Para adquirir o seu exemplar, entre em contato com o autor, clicando aqui.
Abraços e até a próxima Sexta-feira do Terror.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para mim.
Deixe sua opinião, pois vou amar saber o que você pensa!