Sejam bem-vindos(as) e sintam-se convidados(as) a participar do blog Filósofo dos Livros com sugestões, comentários, críticas, dúvidas, compartilhamentos ou só com um “oizinho” de vez em quando!

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Resenha: Ensaio Sobre a Cegueira, de José Saramago, Companhia das Letras

Olá, Galera Literária!
Hoje, é segunda-feiraaaaa!!! Dia da Coluna da Rê!!! Nossa amiga nos traz a resenha de um livro bastante famoso: Ensaio Sobre a Cegueira, de José Saramago, livro que deu origem ao filme de Fernando Meirelles. Do autor vencedor do Prêmio Nobel de Literatura 1998. Que tal vocês conferirem essa resenha fantástica?

Sinopse
Uma terrível "treva branca" vai deixando cegos, um a um, os habitantes de uma cidade. Com essa fantasia aterradora, Saramago nos obriga fechar os olhos e ver. Recuperar a lucidez, resgatar o afeto: essas são as tarefas do escritor e de cada leitor, diante da pressão dos tempos e do que se perdeu. 
Um motorista parado no sinal se descobre subitamente cego. É o primeiro caso de uma "treva branca" que logo se espalha incontrolavelmente. Resguardados em quarentena, os cegos se perceberão reduzidos à essência humana, numa verdadeira viagem às trevas.O Ensaio sobre a cegueira é a fantasia de um autor que nos faz lembrar "a responsabilidade de ter olhos quando os outros os perderam". José Saramago nos dá, aqui, uma imagem aterradora e comovente de tempos sombrios, à beira de um novo milênio, impondo-se à companhia dos maiores visionários modernos, como Franz Kafka e Elias Canetti.Cada leitor viverá uma experiência imaginativa única. Num ponto onde se cruzam literatura e sabedoria, José Saramago nos obriga a parar, fechar os olhos e ver. Recuperar a lucidez, resgatar o afeto: essas são as tarefas do escritor e de cada leitor, diante da pressão dos tempos e do que se perdeu: "uma coisa que não tem nome, essa coisa é o que somos". 

Resenha: 
Bem ... falar deste livro é um tanto difícil pois ele mostra o quão pode ser complicadas quaisquer mudanças que nos aconteçam, e acredito que independente de onde estamos localizados geograficamente no mapa, nosso credo ou cor. Para todos nós é quase que automático estar acomodado com o que fazemos e temos a nossa disposição. 
Ensaio sobre a cegueira mostra o que transforma as pessoas .... e como mudamos quando nos deparamos com o desconhecido. 
Infelizmente homens mudam sua personalidade ... ou, apenas a deixam à mostra e revelam quem realmente são. Sua natureza selvagem e cruel é revelada nas horas mais excruciantes. Nestas horas fica difícil ver e encontrar bondade, é nestas horas que se revela realmente o íntimo de cada ser. 
Quando falo homens são de ambos os gêneros tanto masculino como feminino .... quando quaisquer de nós se depara com mudanças bruscas seja de estado de suas capacidades físicas ou mentais, se revela o poder. :( 
Como dizia minha avó:
Dê poder ao homem ... 
E realmente saberá quem é esse homem. 
Vou procurar o filme pois diz q existe e quero ver como ficou a adaptação. 
Bjs da Rê!

Então? Gostaram? Deixe o recado de vocês para nossa amiga. Aproveite para conhecer o grupo da Rê, basta clicar aqui.
Abraços e até a próxima postagem.

3 comentários:

  1. Re tu é Toppp demaiss , outro livro que eu só conhecia o filme,(chorei litros claro) ameiiii saber que tem o livro, showw de resenha <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oinnnn obrigada amoreca.
      Mais um livrinho p tua lista? Rsrsrs amoooo vc querida <3

      Excluir

Seu comentário é importante para mim.
Deixe sua opinião, pois vou amar saber o que você pensa!