Sejam bem-vindos(as) e sintam-se convidados(as) a participar do blog Filósofo dos Livros com sugestões, comentários, críticas, dúvidas, compartilhamentos ou só com um “oizinho” de vez em quando!

terça-feira, 26 de julho de 2016

Elementos necessários para uma obra dedicada às crianças, por Alan Borges

Olá, Galera!
Faz tempo que eu não posto um texto do "Projeto: Fala, Amigo", não é mesmo?
Hoje, eu trago um belíssimo artigo feito pelo autor Alan Borges que publicou o livro "Meu Amiguinho do Espaço" pela Chiado Editora.
O escritor nos explica quais são os elementos que um bom livro infantil deve conter. Eu amei as dicas. Leiam o post e comentem!

Bem, acredito que existam muitos (muitos mesmo) elementos necessários a serem inseridos a uma obra de literatura infantil. Um livro de tamanha magnitude.
Eu, particularmente, acho fantástico quando um livro infantil consegue ser tão bom a ponto de desenvolver e despertar à criança o hábito pela leitura. Quando a obra consegue oferecer-lhes a prazerosa recreação, aquisição de conhecimentos e assim ela consegue sentir regalo em interagir com a literatura. 
Como diz um velho ditado: 

“Bons livros poderão ser presentes e grandes fontes de prazer e conhecimento. Descobrir estes conhecimentos desde cedo, poderá ser uma conquista para toda a vida”. 

Primeiramente, o principal elemento a ser inserido pelo autor (isso, é claro, em minha opinião) é o próprio ter a ciência e reconhecimento sobre a grande importância da criação de um livro infantil em si. Pois, acredito que nele, deverá ser atribuída a intenção fundamental de incentivá-los a prática da leitura, incentivá-los a erigirem este hábito de ler justamente em uma fase onde todos os seus hábitos estão se construindo. 
Então, acredito que o autor que se propõe a escrever um livro direcionado ao público infantil, o deve fazê-lo com total esmero e carinho (deve escrevê-lo como se estivesse escrevendo para o próprio filho). 
Na minha singela opinião, este é o primeiro passo. Contudo, como dizia anteriormente, há vários elementos. Mas falaremos sobre os básicos, entretanto, inteiramente primordiais. 
Acho que a obra em si tem que apresentar um bom percentual positivo de contribuição para o desenvolvimento das crianças (em uma gama diversificada de aspectos: Social, emocional, visar trabalhar a capacidade de expressar melhor as suas ideias e ideais, o lado educacional, o resgate de valores, enfim...). 
É inteiramente importante para a criança, possuir conhecimentos críticos, discernimentos próprios, saber o que é certo e o que é errado, o que é sensato ou não, obter uma visão ampla e verdadeira sobre as coisas que estão a sua volta (obs: dosificação nestes quesitos). Também é muito interessante, se o livro, além de possuir um conteúdo agradável, no que se diz respeito à estória, obter também uma parte direcionada ao lado educacional (ex: o autor pode salpicar ao desencadear da estória questões educativas, conhecimentos peculiares que queira expressar às crianças para o aprimoramento de seus conhecimentos, deste modo, elas aprenderão sobre estes assuntos de uma forma agradável e divertida. Quanto ao fator “resgate de valores”, eu acredito que é importante adicioná-lo a um livro infantil, pois as virtudes morais são as principais características de um bom ser humano, a principal incógnita, pois, não há nada de melhor em uma pessoa do que um “bom caráter”.
Através de um bom caráter, você adquire sabedoria para trilhar e escolher os melhores caminhos de se chegar a qualquer objetivo. 
Bom, estas são apenas algumas variáveis. 

Obs: Ah, e como pude esquecer? (risos). Por detrás destas meras variáveis deve haver uma estória interessante.

Então, gostaram? Não deixem de comentar. Se desejarem comprar o livro do Alan, cliquem na figura abaixo:


Abraços e até a próxima postagem.

2 comentários:

  1. Muito esclarecedor essas dicas de Alan Borges. As dicas foram de muita valia, engana-se quem pensa que criar uma estória infantil é fácil,porém não é bem assim. Forte abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Luciano. Uma obra infantil deve ser bem trabalhada!!!

      Excluir

Seu comentário é importante para mim.
Deixe sua opinião, pois vou amar saber o que você pensa!