Sejam bem-vindos(as) e sintam-se convidados(as) a participar do blog Filósofo dos Livros com sugestões, comentários, críticas, dúvidas, compartilhamentos ou só com um “oizinho” de vez em quando!

domingo, 7 de agosto de 2016

Preconceito Gera Preconceito


Olá pessoal, tudo bem com vocês?

Então, no artigo desse domingo, resolvi deixar um pouco de lado nossas dicas literárias e escrever algo que tem me incomodado ultimamente. Algo que se não atentarmos agora; será no futuro, uma enorme pedra de tropeço.

"No meio do caminho tinha um preconceito,
Tinha um preconceito no meio do caminho"

Percebo nessa intensa batalha de convencer os brasileiros a lerem nacionais uma pequena falha, algo ruim que deve ser excluído o quanto antes.

Algo denominado “Virada de Preconceito.”

Temos como exemplo o racismo. Pessoas negras foram maltratadas por tanto tempo que acabam muitas vezes, até mesmo sem perceber, declarando discursos de ódios contra pessoas brancas, e vem cá, isso também não é preconceito?

Se antes havia abusão contra homossexuais, hoje se inicia uma enorme discriminação contra aqueles que ainda não aceitam seus ideais.

O preconceito gera o ódio, e o ódio gera preconceito.

O fato de percebermos que a maioria dos leitores brasileiros não lê nacionais não nos dá o crédito de discriminar os livros estrangeiros.

Abrir um novo horizonte não significa excluir seu antecessor.

Temos o privilégio de presenciar algo único em nosso país. Cada vez mais as pessoas estão entendendo que há sim bons escritores no Brasil. E que possamos ter sabedoria, e não permitir que o ódio sentindo outrora nos faça achar que não deve haver mais espaço para os livros internacionais em nossas prateleiras.

Que possamos viver em um planeta onde uma pessoa não é definida por sua cor, credo, opção sexual ou até mesmo por suas escolhas literárias.

Mas em uma sociedade onde o respeito e a ética reine em primeiro lugar.

Um viva a Paulo Coelho!
Um viva a Stephen King!
Um viva a Clarice Lispector!
Um viva a J.K Rouling! 

Que esse diálogo não termine aqui. Deixe o seu comentário abaixo, quero saber qual é sua opinião sobre o assunto.

5 comentários:

  1. Parabéns pela postagem, garoto prodígio!!!
    Ficou muito bom!!!!

    ResponderExcluir
  2. Negros foram escravizados por anos por brancos, mortos, vendidos e comprados, tratados como animais. Homossexuais até hoje morrem por pessoas heterossexuais. Negros e Homossexuais NÃO querem matar/vender/tirar emprego de Brancos e Heteros. Agora, VAMOS SIM falar "sai hetero" e "sai branco" como discurso para dizer que é hora dos viados, pretos, piches, sapatões e travecos serem respeitados. Vocês não aguentam um "Sai hetero" mas nós temos que aguentar sermos xingados, mortos, apanhar, perder empregos? NÃO. O "sai hetero" é uma forma de dizer que viado NÃO VAI mais permitir ser xingado e destratado. Em momento NENHUM negro, biado e sapatão quer matar hetero, branco ou vender eles. Apenas queremos nosssos direitos e com conversa apenas, NÃO RESOLVE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ps, não é opção sexual
      Ninguém escolhe ser viado ou sapatão, ou você nasce assim ou você se descobre um. Isso se chama ORIENTAÇÃO sexual

      Excluir
    2. Olá João, tudo bem?
      Então, creio que você compreendeu o texto de forma erronia. Não houve em momento algum a intenção de rebaixar as classes LGBTS. Pelo contrário penso que todos devemos nos respeitar e respeitar as escolhas do outros. Em um mundo cada vez mais miscigenado sinto a necessidade de haver um consenso.
      E conversa resolve sim, a partir do ponto que palavras se tornam ações.

      Excluir
    3. Ps: Usei o termo "opção sexual" por ser uma expressão utilizada até mesmo pelas classes LGBTS, se houve uma mudança vejo que preciso me atualizar.

      Excluir

Seu comentário é importante para mim.
Deixe sua opinião, pois vou amar saber o que você pensa!