Sejam bem-vindos(as) e sintam-se convidados(as) a participar do blog Filósofo dos Livros com sugestões, comentários, críticas, dúvidas, compartilhamentos ou só com um “oizinho” de vez em quando!

sexta-feira, 3 de março de 2017

O Clube de Leitura de Jane Austen, de Karen Joy Fowler, Editora Rocco

Olá, Galera Literária!!!!
Vamos conversar sobre um livro bem interessante. Trata-se de O Clube de Leitura de Jane Austen que foi inspiração para o filme de mesmo título. 
Desde que assisti ao filme, queria ler essa obra. Infelizmente, não havia tradução para o português. Mas no início desse ano, a Editora Rocco lançou o livro em português. Eu, mais que rapidamente, comprei o meu exemplar.
Se você assistiu a versão cinematográfica, meu primeiro conselho é: Esqueça o filme ao ler a obra. Embora, os personagens tenham o mesmo nome e características semelhantes, existem muitas diferenças que fazem com que o livro se torne bem mais interessante.
A história gira em torno de 6 personagens que se reúnem para discutir os principais romances de Jane Austen: "Emma", "Razão e Sensibilidade", "Mansfield Park", "A Abadia de Northanger", "Orgulho e Preconceito" e "Persuasão". 
Paralelamente à discussão sobre os livros que ocorrem mensalmente (1 obra por mês), temos cenas da vida dos personagens que se assemelham aos enredos dos romances de Jane Austen. Jocelyn, Bernadette, Sylvia, Allegra e Prudie são mulheres que conhecem bem os romances refletidos. O único homem do grupo é Grigg que começou a ler Jane Austen a partir do Clube.
Embora, as mulheres tenham grande conhecimento sobre todos os romances da famosa escritora, percebemos que elas trazem explicações fechadas a respeito de Jane Austen. O fato de terem lido as obras e artigos relativos às mesmas, fizeram com que elas absorvessem interpretações prontas. Grigg acaba se tornando um elemento libertador e muito enriquecedor, pois ele se abre para novas possibilidades de entendimento, trazendo algumas conclusões que até "ofendem" as mulheres.
Não indico a obra para pessoas que nunca tenham lido nada sobre Jane Austen, pois elas ficarão perdidas com as análises, correndo riscos de receberem spoilers dos livros. Outro problema é que não captarão as semelhanças dos fatos das vidas dos personagens semelhantes às figuras expostas nos livros de Austen.
A obra traz uma singularidade: sua narração é feita na 1ª pessoa do plural. Sabemos que todo "nós" carrega um "eu" que fala em nome do grupo. Fica difícil de saber quem é o "eu" narrador, visto que ao mencionar os 6 personagens do livro, ele nunca usa o termo "eu" para se identificar. Ele fala de si mesmo usando a 3ª pessoa do singular. Em um dos capítulos, surge um "eu" falando, mas depois o "nós" em outro capítulo menciona que recebeu algo daquele "eu", fazendo com que paire uma dúvida sobre quem é o verdadeiro narrador do texto.
Outro problema da história consiste nas constantes mudanças entre presente e passado dos personagens. Se não estivermos bem atento à leitura, ficamos confusos. De repente, estamos na reunião do grupo. Do nada, passamos para a vida de um dos protagonistas. Logo, voltamos sem aviso para o encontro dos personagens. Faltou uma certa claridade para tais mudanças.
No final do livro, temos as sinopses das obras. Aconselho que, se você não leu os romances, evite lê-las, pois há spoilers nesses textos. 
Algo interessante no livro, e que aparece no final, são as críticas feitas aos livros de Jane Austen. Muitas delas foram anotadas pela escritora, outras surgiram após sua morte. A maioria das críticas foram bem negativas. Sabendo que muitas delas foram registradas por Austen, ficamos surpresos pelo fato dela não ter desanimado diante da falta de boa receptividade de seus primeiros leitores (familiares e amigos).
O filme não carrega a riqueza de curiosidades a respeito de Jane Austen, porém o roteiro é mais claro que o enredo do livro, permitindo um grau maior de compreensão dos fatos. O desenvolvimento da história no filme traz um entendimento melhor, mesmo não tendo a riqueza das curiosidades sobre as obras apontadas em seu enredo. É uma pena que um livro tão rico não traga uma narrativa fluída, perdendo-se em uma estrutura fragmentar e confusa.
Para O Clube de Leitura de Jane Austen, concedi QUATRO ESTRELAS no Skoob. Apesar das falhas mencionadas, recomendo a leitura do livro por causa das curiosidades que ele nos traz. Para adquirir o seu exemplar, clique aqui.
E vocês? Já leram o livro ou assistiram ao filme? Opinem nos comentários.
Aproveitem também para assistir ao vídeo sobre o livro em meu Canal Literário. Não deixem de se inscrever nele e nem de dar o seu joinha. Basta clicar aqui.
Abraços e até a próxima postagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para mim.
Deixe sua opinião, pois vou amar saber o que você pensa!