Sejam bem-vindos(as) e sintam-se convidados(as) a participar do blog Filósofo dos Livros com sugestões, comentários, críticas, dúvidas, compartilhamentos ou só com um “oizinho” de vez em quando!

terça-feira, 25 de abril de 2017

Dr. House - Um guia para a vida, de Toni de La Torre

Olá, Galera!
Acredito que a maioria de vocês já ouviu falar a respeito de Dr. House, o famoso médico da série de mesmo nome. Hoje, eu vim falar sobre o livro Dr. House - Um guia para a vida, do autor Toni de La Torre, publicação da Lua de Papel.
O livro analisa a personalidade do médico e propõe as características dela como modelo de vida para as pessoas. É um livro de autoajuda, mas totalmente diferente daquilo que costumamos ver por aí. Enquanto outras obras falam da busca da felicidade, nesse livro temos algo inusitado. O autor propõe que, baseado no estilo de Dr. House, busquemos a infelicidade, garantindo que a vida possa ser mais interessante.
Segundo o autor, uma vida feliz é monótona. São os conflitos e o pessimismo que dão um sentido melhor para o nosso viver. As propostas dadas pela obra consiste em sermos antissociais, mentirosos e pessimistas. O livro nos ensina que devemos ter uma couraça como proteção para a vida toda, pois a aproximação com outros seres é um péssimo negócio. Se sua vida está ruim, ela pode ser pior.
Avaliando a obra, noto que ela faz uma perfeita análise dos traços de personalidade do Dr. House. Entretanto, não creio que ele nos sirva como um modelo a ser seguido. Mas mesmo não concordando com a proposta do livro, ri muito com a leitura. E acabei refletindo sobre como não devo agir. Diria que devemos realizar ações contrários aos conselhos do livro.
Como a proposta é ruim, creio que o leitor deve ler esse guia para a vida com bastante senso crítico. No Skoob, classifiquei o livro com TRÊS ESTRELAS, mas mesmo assim recomendo a leitura para os fãs da série. Para adquirir o seu exemplar, clique aqui.
Assista a resenha em vídeo: https://youtu.be/NYf4Rz5-Uk0
Abraços.

4 comentários:

  1. Olá, Fernando! A proposta desse livro é de fato bem inusitada. Uma vida feliz é monótona. São os conflitos e o pessimismo que dão um sentido melhor para o nosso viver. Já imaginaste se por alguma razão vivessémos dessa maneira que o autor escreve em sua obra. Fiquei curioso em relação a obra, pois acredito que eu iria dar boas risadas. Sendo assim, é um livro até certo ponto que nos faz rir. E, esse é um ponto positivo na obra. Excelente sua análise do opúsculo. Forte abraço!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho certeza de que você vai rir, Luciano. Do ponto de vista do humor, a obra é bem engraçada. Obrigado pela presença.

      Excluir
  2. Minha mãe adora a série, eu vi uns dois episódios só kkkkkk
    Achei engraçado a proposta do livro e fiquei com vontade de ler sim, acho bom para nos distrairmos, e até analisarmos mais abertamente sem pudores algumas questões kkkk
    Me lembrou o livro Minha mãe é uma peça, você já leu Fernando? É bem engraçado, não tanto quanto o filme, mas muito bom de ler e se divertir um pouco.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não li minha Mãe é uma peça. Você resenhou?
      Pretendo ler agora por causa de sua dica.
      Abraços!!!

      Excluir

Seu comentário é importante para mim.
Deixe sua opinião, pois vou amar saber o que você pensa!